14 maio 2010

E a vida segue...


Final de tarde na Central do Brasil. Mais um dia de trabalho chega ao fim. Milhares de trabalhadores andam pela estação de trem. Estão cansados, perdidos, talvez alegres. Não tem como saber o que se passa na cabeça de todos os trabalhadores. Aliais, não tem como saber o que se passa na cabeça de nenhum ser humano. Nós somos uma ‘’metamorfose ambulante’’ segundo Raul Seixas. O trem chega à estação e as pessoas correm em sua direção. Partem dentro dele apertadas, parece até sardinha de humanos. Quem determinou que as pessoas precisam utilizar ‘’latas’’ como meio de transporte?Elas parecem animais indo para o abate dentro daqueles trens. Todos suados... E a vida segue.

By: Ana C.

7 comentários:

Daniel C. disse...

vida de trabalhador é assim '-'

Nanda Severo # disse...

hm, gostei :'D
sou sua nova seguidora :DD
tchaau :*

Louis Beau Pre disse...

*_* ow q lindo ela cresceu!
brincadeira Ana vc fez um belo texto!
bjus

Bruno disse...

Ah culpa eh do governo, que nao coloca mais meios de transportes para a populaçao! Inflzmnte temos q usar o metro ou o trem q sao mais rapidosss..mais sao precarios em certos horarios! A vida segue e isso nunca vai ter soluçao...

rafael disse...

Já peguei o metro a essas horas pra nunca mais
e num dia que nem tava tão cheio

mas um dia vai chegar minha hora de ter que andar nisso todo dia

o negocio é se acostumar né |||D

Anônimo disse...

Vocês sabiam que o Metrô Rio pertence a um empresario argentino...?

Explica muita coisa, não...?


Fernando

Carol disse...

Lindo texto, Ana!!
E excelente meio para você expor sua criatividade!!

Bjks,
Prof. Carol Lucena.