04 setembro 2010

O cérebro humano é bizarro.



‘’As pessoas só aprendem com a dor e não com o amor’’. Certamente você já escutou essa frase em algum lugar e ela é verdadeira. O ser humano só aprende apanhando e isso é bizarro. Parece que nós temos uma eterna atração pelo sofrimento, na maioria das vezes você só deixou de fazer alguma coisa porque a experiência dela não foi boa. Acertei?

Isso é mais fácil de perceber com as crianças. Elas ainda não possuem a noção do que dói ou não, por isso elas possuem uma necessidade de se machucar para aprender. Uma criança só aprende que o fogo queima quando ela coloca a mão no fogão, não adianta o pai dizer que machuca. Ela vai querer colocar a mão no fogão quente pra ver a sensação.

Nós arrastamos esses atos para a nossa vida adulta, e acredite: isso se repete. Sabe aquele conselho que seu amigo deu e você não seguiu e depois se deu mal?Então, você ainda é aquela criança que quer colocar a mão no fogão quente.

Na vida nós só aprendemos com as experiências ruins porque elas nos marcam. Será que é necessário tudo isso?Acredito que não, mas também não sei como deixar de ser assim e você também não deve saber.

Ana C.

13 comentários:

Rafael da Paz disse...

Acho isso bem válido
afinal, a gente sempre duvida que algo ruim irá acontecer, mesmo que avisem
tipo "aaah isso não vai rolar comigo"

e a gente aprende com a dor porque aí sim a gente vai saber o que estamos evitando

Anônimo disse...

Nos seremos humanos, nao ficams parado no tempo, ha nao ser os alienados rs, desde pequeno aprendemos uma coisa que levams pra vida toda, q é a curiosidade! O que leva uma criança a mexer no fogao? O q leva uma criança subir num lugar alto? Pois bem, faz parte da vida buscar-mos coisas novas e procurar novos horizonts. A vida em si é um misterio. Enquanto existir-mos, duvidas surgiram e coomo consequencia, estaremos interessados em descobrir o que nos convem!

COncordo que aprendemos errando, faz parte msm!

Anônimo disse...

o anonimo eh eu anaaa, Bruno XD

Zσκy アルトゥル. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Zσκy アルトゥル. disse...

Simplesmente nascemos com os valores da pressão, da ambição, e de que a humanidade é injusta e traidora, logo entendemos que só cas coisas ruins fazem a diferença. Mas feliz de quem chega no fim da vida tendo absorvido mais experiências das coisas boas que com as coisas.

Érica disse...

É verdade, gostei. É errando que se aprende. A frase que vc escreveu "...na maioria das vezes você só deixou de fazer alguma coisa porque a experiência dela não foi boa. " disse tudo. Mas a gente precisa aprender a fazer dessas experiências ruins um obstáculo a ser superado. Ninguém nasce sabendo, ninguém é capaz de viver sem passar por nenhum momento difícil, desagradável, que a desmotive de algum sonho, um objetivo. Eu penso nisso sempre na hora de aprender uma música nova no violão... ninguém nasceu sabendo, nem os melhores músicos da história. Eles com certeza se irritaram com uma pestana, com um acorde ou ritmo complicado, antes se se tornarem grandes instrumentistas. Mas eles não desistiram, e olha só o que ganharam pela determinação: o sucesso.
Temos que nos espelhar neles, e em tantas outras pessoas que passam por situações muito mais complicadas que uma pestana chata no violão, pois, segundo Renato Russo, "quem acredita sempre alcança".

Bjos!

Hime disse...

toda pessoa tem a necessidade de aprendizagem, mas infelizmente só aprendemos com a dor.. não adianta tentar mudar que não dará certo

sara_waneza disse...

A gente nunca ouve o que nos falam ou nos aconselham até quebrarmos a cara, mas dependendo da intensidade que você gosta da pessoa você vai continuar sofrendo por ela, e não vai se arrepender por mais que doa.

erick.barroso disse...

Na verdade . isso ocorre com a maioria não com 100% das pessoas no planeta.
é como seus pais dizem: não use drogas.

e então...? você usa....? se usa você é um merda.
mas a maioria , não usa pois os pais disseram que é ruim (os pais e a TV)

Louis Beau Pre disse...

Sem dúvida aprendemos com o sofrimento mas com o amor também aprendemos, e sem dúvida é os ensinamentos mais belos que poderiamos ter!O nosso problema é q gostamos de complicar a vida!
bjus

Layla Paulino disse...

Vivo colocando a mão no fogo como você sabe ?

Anônimo disse...

Curiosidade.
Acho que é isso que nos faz [i]recometer[/i] erros que ainda não sentimos na pele... hm

Mas, quem dirá que a curiosidade é ruim (com a excessão, talvez, do gato)?

Fábio Vale disse...

Tudo culpa do livre arbítrio. Deus disse pra não comer a maçã, foram lá e comeram. Antes Ele não tivesse inventado essa porra!

Beijocas.

PS: Se Deus fosse bom, tinha dado uma segunda chance pra Adão e Eva.