25 fevereiro 2012

Diário do exílio.

Passei um tempo em exílio e posso afirmar que foram os melhores dias da minha vida. Essa palavra dependendo do contexto pode significar algo ruim, mas no meu caso não. Andava sem paciência para redes sociais e resolvi me afastar de tudo. Mantive contato apenas com pessoas importantes para mim e dediquei o período carnavalesco para uma autoanálise. Enquanto as pessoas sambavam pelas ruas eu estava no meu quarto exorcizando os demônios internos.

Descobri que às vezes é preciso tirar a poeira dos cantos, arrumar os objetos e jogar fora o que não faz mais sentido para poder começar uma nova jornada. Isso ficou clichê, mas foi o que eu descobri nesse tempo de exílio- que por sinal ainda não acabou. Comecei a fazer coisas que eu nem imaginava que poderia executar um dia, elimine o estresse constante que me perseguia e descobri que MSN e Facebook não são importantes- acredite... Você pode viver sem eles.

As pessoas estavam tomando todo o meu tempo querendo despejar os seus problemas em cima de mim como se eu pudesse resolvê-los, sendo ignorantes/escrotos sem uma real necessidade, me procurando por sms, facebook, chamando atenção no MSN quando eu demorava a responder e quando eu percebi, estava estressada e sem tempo para fazer as coisas que realmente me faziam bem. Essa parte pareceu egoísta, mas eu tenho como me defender: todo mundo sabe que às vezes é necessário ficar sozinho. Eu estava a ponto de enlouquecer.

Ainda não voltei por completo para a minha antiga vida social e para ser sincera nem sei se eu quero. Estou um pouco away por enquanto, mas uma hora será preciso voltar.

Ana C.



12 fevereiro 2012

Nada para dizer

Ultimamente eu ando sem nada para escrever/ dizer.... Então, para o blog não ficar desatualizado eu deixo vocês com essa música da Legião Urbana:

'' VÍDEO CENSURADO PELA ECAD''


Ana C.