04 março 2013

Misantropia


Vozes por todos os lados que não deixam a minha mente descansar
Vozes de todos os tipos, a maioria com a fala vazia
Vozes, Vozes, Vozes
As pessoas falam demais
Pensam demais
E possuem a mania de achar que o que elas pensam é importante
Não é, pelo menos não para mim, não agora
As vezes sinto como se estivesse com o mundo nas costas
Sinto o peso da humanidade
Dessa raça mesquinha conhecida como Ser Humano
O Ser humano que não tem nada de humano
Cansei
Pare o mundo que eu quero descer

Ana C.
Para ler escutando: o som do nada.

2 comentários:

Daniel C. disse...

SHUT THE FUCK UP!

Célio Falconiere disse...

calados vadias.