02 julho 2013

" It's a murderous, murderous ball night"

O samurai segura a sua espada
Como se estivesse segurando sua própria vida
No meio do campo de batalha é matar ou morrer
Não existem mais amigos e nem inimigos, apenas ele...
Lutando contra o seu próprio demônio
Então, a lâmina desce cortando pelo seu corpo 
Seu coração para de bater e as pálpebras ficam pesadas 
A dor é intensa
O frio domina a sua alma
Uma luz cega o seus olhos e ele encontra o fim....

Ana C.

Para ler escutando:

2 comentários:

Célio Falconiere disse...

Adorei.

Lopes Carine disse...

seu próprio demônio = Ele mesmo.