14 julho 2015

They call me hell



Quando a tempestade começar
E nelas surgirem os trovões 
Significa que estou chegando 
Para gritar nos seus ouvidos
Aquilo que você ignora em si.
As suas projeções em mim
Seus pensamentos mais sujos
E medos mais sinceros.
Eu sou a tempestade
Que vem para destruir
O que não é verdadeiro.
Estou no vento que bate na janela 
Sussurrando aquilo que você não quer escutar
Estou nos trovões que fazem a terra tremer e seus ouvidos sangrarem.
Vejo você ficar acuado
Num canto escuro 
Todas as vezes que minha tempestade começa
Foge de mim 
Porque sou um espelho para ti
Foge porque é o Dorian Gray 
Que no espelho não pode olhar
Foge porque meu nome é Inferno.

Ana C.