08 abril 2017

Don’t Try do inglês não tente

Há um tempo atrás quando minha vida estava abraçada pelo caos, usei essa mesma imagem do Buk para representar o momento. Um ano depois, não sei se é Karma(olhar horóscopo do dia pra saber a transição dos planetas) ou se é apenas a vida sendo a vida, me encontro em um momento caótico também.
Mas, não me deixo abalar porque sou uma boa geminiana com ascendente em sagitário. Quem nunca passou por cobranças de familiares, amigos, da alma e do mundo sobre:

  • .O que você vai fazer da vida?
  • .Seu primo fez concurso público e ganha 30 milhões
  • .Por que você demora a responder as mensagens?
  • .Por que você não sai mais comigo?
  • .(Insira sua encheção de saco aqui)

  • Ai, a imagem do Buk agarrando uma tampa de lata de lixo com um martelo(?) na mão me vem na mente e eu penso: Por que vocês não se enfiam um no cu do outro e formam um megazord? obrigada, de nada.
    Não entendo essa mania que as pessoas tem de querer controlar a vida dos outros como: cada passo, sentimento, pensamentos e por ai vai. É como se eles projetassem suas expectativas pra cima da gente e eu me sinto num The Sims.

  • Mas na real, não temos o menor controle sobre a vida (para o desespero das virginianas).
  • E acho que por isso ela pode ser uma aventura maneira se tiver cerveja e bons amigos.
  • Não sei se esse texto faz sentido, na real nada faz sentido. Mas se você leu até aqui, gratidão. Até a próxima!
  • Ana C.


Nenhum comentário: